propriedade

Propriedades da matéria: o que são?

O Que Sao Propriedades Da Materia

As propriedades da matéria são características que definem e identificam a matéria . São classificadas em propriedades gerais e específicas. As propriedades da matéria são divididas em propriedades gerais e específicas.

Propriedades da Matéria: Um Guia Completo

A seguir, apresento uma breve descrição sobre os diferentes aspectos relacionados à matéria. Vamos explorar o mapa mental da matéria, suas propriedades gerais e também as propriedades específicas que a caracterizam.

Mapa Mental: Propriedades da Matéria

Em termos gerais, as propriedades da matéria podem ser classificadas em dois grupos: propriedades gerais e propriedades específicas. Vamos explorar cada uma delas a seguir.

Propriedades da matéria: o que são?

As propriedades da matéria são características que tornam uma substância diferente de outra. Essas características são encontradas na matéria e a compõem. É importante lembrar que a matéria é tudo o que tem massa e ocupa espaço no espaço físico. Por esse motivo, ela é o principal objeto de estudo da química.

Cada substância possui suas próprias propriedades, o que significa que elas têm diferentes comportamentos e podem ser identificadas com base nessas características únicas. Algumas das propriedades mais comuns incluem cor, odor, sabor, densidade, ponto de fusão (a temperatura em que uma substância passa do estado sólido para líquido) e ponto de ebulição (a temperatura em que uma substância passa do estado líquido para gasoso).

Essas propriedades ajudam os cientistas a distinguir entre diferentes tipos de matérias-primas ou produtos químicos durante experimentos ou análises laboratoriais. Além disso, as propriedades da matéria também estão relacionadas à sua composição molecular – como os átomos se organizam para formar moléculas específicas – o que afeta suas interações químicas e reatividade.

Propriedades Gerais da Matéria

As propriedades que toda substância possui, independentemente de estar no estado sólido, líquido ou gasoso, são conhecidas como características intrínsecas da matéria.

Um objeto tende a permanecer em repouso ou em movimento, a menos que uma força externa atue sobre ele.

A massa é uma grandeza física que representa a resistência de um corpo em ter seu movimento acelerado. Em termos gerais, podemos relacionar a massa à quantidade de partículas presentes em uma substância.

O volume é a quantidade de espaço ocupado por uma substância, não importando em qual estado físico ela se encontra.

É impossível que duas substâncias ocupem o mesmo espaço simultaneamente. Um exemplo disso é quando queremos encher uma garrafa com água, pois o ar precisa ser expulso dela para que isso seja possível.

You might be interested:  Desvendando o Poder da Mente: A Arte de Manifestar Suas Realizações

A compressibilidade é uma propriedade da matéria que permite que ela diminua seu volume quando submetida a uma força externa. Um exemplo disso pode ser observado ao tamparmos a ponta de uma seringa e empurrar o gás em seu interior utilizando o êmbolo.

A elasticidade é a propriedade de um material de retornar à sua forma original quando submetido a uma força externa que o estica ou comprime.

A divisibilidade da matéria é a sua capacidade de ser dividida em partes menores sem sofrer alterações na sua composição química.

O conceito de matéria: o que é?

A definição de matéria pode ser resumida em uma frase simples e abrangente: é tudo aquilo que ocupa espaço (ou seja, volume) no espaço e possui peso (resultado da massa multiplicada pela gravidade). Alguns exemplos de matéria incluem árvores, bactérias, vírus, seres humanos, ar, água, mesas e veículos.

Lista de exemplos de matéria:

– Árvore

– Bactéria

– Vírus

– Ser humano

– Ar

– Água

– Mesa

– Veículo

Propriedades características da matéria

Cada matéria possui suas próprias características, o que significa que uma característica presente em uma matéria não necessariamente estará presente em outra.

A capacidade de estimular os sentidos é uma característica presente na matéria. Isso significa que determinados elementos podem despertar, pelo menos, um dos cinco sentidos humanos. Existem diversos exemplos dessa propriedade.

Quando consumimos sal, podemos sentir o sabor salgado em nosso paladar. Ao fritar um bife na panela, ouvimos o som produzido durante esse processo. Quando passamos uma toalha no rosto e percebemos sua textura áspera, estamos utilizando nosso sentido do tato. A visão nos permite observar a luz que é emitida pelos fogos de artifício durante uma explosão. Por fim, ao descascar uma mexerica, podemos sentir o aroma liberado por ela através do olfato.

A capacidade de certas substâncias em desempenhar uma função ou causar uma sensação semelhante é conhecida como característica. Aqui estão alguns exemplos:

Todas as substâncias ácidas têm um sabor azedo quando são ingeridas e podem passar pelo processo de ionização, produzindo íons.

Qualquer substância básica causa a sensação de adstringência quando ingerida e tem a capacidade de se dissociar em íons na água.

Todas as substâncias salinas têm um sabor salgado quando são ingeridas e podem se dissociar em íons quando colocadas em água.

A capacidade de uma substância se converter em outra por meio de um processo chamado fenômeno químico é conhecida como sua propriedade de reatividade. Em muitos casos, esse tipo de transformação só ocorre quando a substância é exposta a condições específicas, como temperatura controlada, presença de catalisadores ou eletrólise.

You might be interested:  Técnicas para Manipular a Mente das Pessoas

A transformação de uma matéria em outra ocorre quando elas possuem características químicas semelhantes, especialmente átomos de elementos químicos em comum. Para a produção de iogurte, por exemplo, é necessário utilizar leite e não suco de uva.

Um fenômeno químico amplamente conhecido é a formação da água. Esse processo envolve a combinação de dois gases, oxigênio (O2) e hidrogênio (H2), em condições de alta pressão e temperatura, resultando na criação de uma substância completamente nova: a água.

Quando ocorre a reação entre os gases cloro (Cl 2 ) e hidrogênio (H 2 ), não é possível obter um resultado diferente da formação de ácido clorídrico (HCl).

As características da matéria são estabelecidas por meio de experimentos.

A capacidade de uma substância dissolver outra é conhecida como solubilidade. Um exemplo disso é a água, que tem a habilidade de dissolver o sal de cozinha, também chamado de cloreto de sódio. É importante destacar que fatores como a quantidade do soluto e solvente, além da temperatura, podem influenciar na solubilidade.

Um caso ilustrativo da influência de fatores como temperatura, quantidade de soluto e solvente pode ser observado na tabela a seguir:

A tabela a seguir apresenta informações sobre a capacidade da sacarose de se dissolver em água. Esses dados fornecem uma visão clara da solubilidade desse composto específico quando entra em contato com o solvente aquoso.

Na tabela fornecida, é possível notar que a quantidade de sacarose que pode ser dissolvida em 100 mL de água varia conforme a temperatura. A uma temperatura de 10 o C, conseguimos dissolver até 190,5 g de sacarose nessa quantidade de água. Por outro lado, se essa mesma quantidade de água estiver a uma temperatura mais elevada, como 50 o C, será possível dissolver até 260,4 g de sacarose.

A densidade é a medida da quantidade de matéria em relação ao espaço que ela ocupa. Ela pode ser calculada através da fórmula: .

A temperatura em que uma substância deixa de ser sólida e se torna completamente líquida é conhecida como ponto de fusão. Um exemplo disso é o ferro, que atinge seu ponto de fusão a 1535 °C.

O ponto de ebulição é a temperatura na qual uma substância passa do estado líquido para o estado gasoso.

A transição de uma substância do estado líquido para o estado gasoso é determinada pela temperatura. Um exemplo disso é o metal mercúrio, que se transforma em gás quando atinge a marca de 356,9 °C.

A tenacidade é a habilidade de um material em resistir ao impacto quando colide com outro. Por exemplo, quando uma pedra é lançada contra o vidro, este se quebra, indicando que a pedra é mais tenaz do que o vidro.

You might be interested:  Casas Financiadas pela Caixa em Curitiba: Encontre a sua!

A dureza de um material é a sua capacidade de causar riscos em outro. Por exemplo, quando uma pedra arranha o vidro de uma janela, isso significa que a pedra é mais dura do que o vidro.

Diferença entre as propriedades da matéria

Aqui estão algumas das principais propriedades da matéria:

1. Massa: é a quantidade de matéria presente em um objeto.

2. Volume: é o espaço ocupado por um objeto ou substância.

3. Densidade: é a relação entre a massa e o volume de uma substância.

4. Ponto de fusão: é a temperatura na qual uma substância passa do estado sólido para o líquido.

5. Ponto de ebulição: é a temperatura na qual uma substância passa do estado líquido para o gasoso.

6. Condutividade térmica: capacidade de conduzir calor.

7. Condutividade elétrica: capacidade de conduzir eletricidade.

8. Solubilidade: capacidade de dissolver-se em determinado solvente.

9. Maleabilidade: capacidade do material ser moldado sem se romper ou perder suas características físicas essenciais.

10.Elasticidade : Capacidades dos materiais voltarem ao seu formato original após sofrerem deformações temporárias.

Essas são apenas algumas das muitas propriedades da matéria, mas elas nos ajudam a entender melhor como os materiais se comportam e interagem com outros elementos no mundo físico

Classificação da matéria

As propriedades da matéria são características que podem ser observadas e medidas. Elas descrevem como a matéria se comporta e interage com outras substâncias. Aqui estão algumas das principais propriedades da matéria:

1. Massa: é a quantidade de matéria presente em um objeto, medida em quilogramas (kg).

2. Volume: é o espaço ocupado por um objeto ou substância, medido em metros cúbicos (m³) ou litros (L).

3. Densidade: é a relação entre a massa e o volume de uma substância, expressa em kg/m³ ou g/cm³.

4. Ponto de fusão: é a temperatura na qual uma substância passa do estado sólido para o líquido.

5. Ponto de ebulição: é a temperatura na qual uma substância passa do estado líquido para o gasoso.

6. Solubilidade: capacidade de uma substância se dissolver em outra, formando uma solução homogênea.

7. Condutividade térmica: habilidade de conduzir calor através da matéria.

8. Condutividade elétrica: habilidade de conduzir eletricidade através da matéria.

9.Transparência/opacidade : capacidades dos materiais permitirem ou não que os raios luminosos passem por eles

10.Tenacidae – resistencia mecanica

Essas são apenas algumas das muitas propriedades que podem ser atribuídas à matéria, cada uma delas contribuindo para sua identificação e estudo mais detalhado.