propriedade

Relatório preenchido de estágio como corretor de imóveis

Relatório De Estágio Corretor De Imóveis Preenchido

O relatório de estágio do curso Técnico em Transações Imobiliárias é uma etapa crucial para a obtenção da licença de Corretor de Imóveis. É importante estar preparado para essa fase final do curso.

Muitas pessoas têm o desejo de se tornarem Corretores de Imóveis, uma profissão que oferece um futuro promissor, com diversas oportunidades e a possibilidade de obter altos rendimentos.

Para se tornar um profissional do mercado imobiliário, é necessário passar pelo curso de TTI, que é a sigla para Técnico em Transações Imobiliárias. Essa formação é considerada o caminho mais rápido e prático para se tornar um Corretor de Imóveis com registro no CRECI.

Para finalizar o curso de TTI, é essencial cumprir o estágio obrigatório, uma disciplina curricular que requer a supervisão de um Corretor de Imóveis.

Para começar o estágio supervisionado, o aluno precisa solicitar a carteira de estagiário do CRECI, que tem validade de 6 meses, mas pode ser renovada.

Após concluir o estágio, é necessário que o estudante preencha o relatório de estágio TTI, um documento que detalha a experiência de aprendizado vivenciada.

Aqui estão algumas dicas essenciais para preencher o relatório de estágio TTI de maneira fácil e precisa.

Preenchendo o Relatório de Estágio TTI: Guia Passo a Passo

O relatório de estágio TTI é um documento que faz parte da composição da nota final do estágio, sendo uma exigência para a conclusão do curso Técnico em Transações Imobiliárias.

É fundamental que o estudante preencha este relatório com cuidado, evitando qualquer tipo de rasura ou informação imprecisa. Caso contrário, será necessário refazer o documento.

Montando o relatório de estágio

O relatório final de estágio é um documento que precisa ser claro e objetivo, apresentando as razões pelas quais o estágio foi escolhido e quais eram as expectativas iniciais. Além disso, ele deve incluir os objetivos gerais e específicos do estágio.

No texto, é importante descrever a organização na qual o estágio foi realizado, informando sobre suas características e área de atuação. Também é necessário detalhar as atividades exercidas durante o período do estágio, explicando em que consistiam essas tarefas e como elas contribuíram para o aprendizado profissional.

Por fim, no relatório devem constar informações sobre a duração do estágio – ou seja, por quanto tempo ele ocorreu – assim como quem foram os envolvidos nessa experiência (como supervisores ou colegas de trabalho). Esses dados ajudam a contextualizar melhor o contexto no qual se desenvolveu o estágio.

You might be interested:  Restrições para Corretores de Imóveis

Relatório de Estágio TTI: O que é permitido e não é permitido

Veja abaixo algumas diretrizes cruciais para o preenchimento adequado do relatório de Estágio TTI, com base nas orientações fornecidas pelo IBRESP. É essencial que os alunos sigam estas instruções para garantir a correta elaboração do documento.

A legislação que rege a carga horária de estágio estabelece que o estudante não deve exceder 30 horas por semana e 6 horas diárias.

A semana começa no primeiro dia útil e termina no último dia da semana.

• Não é permitido a utilização de barra de repetição ( // ), da palavra “idem”, rasuras e de corretivos

O relatório de estágio pode ser elaborado tanto em formato digital quanto manuscrito.

A inclusão da assinatura do aluno no relatório de frequência e atividades é um procedimento importante.

A validação do Relatório de Atividades e Frequência pelo Supervisor de Estágio, por meio da assinatura e reconhecimento de firma, é um requisito essencial.

O estágio é uma importante etapa educacional que permite aos alunos experimentarem situações práticas da profissão de Corretor de Imóveis.

O estagiário do curso TTI pode acompanhar de perto a rotina de uma imobiliária ou de um Corretor de Imóveis autônomo para entender melhor a natureza dos negócios e aproveitar para ganhar experiência antes de exercer a profissão para valer.

Durante o período de estágio, os estudantes têm a chance de executar uma variedade de atividades relacionadas ao setor imobiliário. Isso inclui tarefas como identificar potenciais clientes, visitar propriedades e registrar informações sobre elas, comparecer a cartórios para trâmites legais, acompanhar a elaboração de contratos e documentos importantes, além de participar ativamente em reuniões com clientes e equipes de vendas.

Durante o estágio, é fundamental registrar as tarefas realizadas diariamente e o tempo necessário para concluí-las, devido à grande quantidade de atividades desempenhadas.

No futuro, essa forma de organização será extremamente útil para os Corretores de Imóveis, já que eles precisam lidar com uma grande quantidade de relatórios, listas, tabelas e registros relacionados aos clientes e imóveis.

Ter no papel essas informações vão facilitar, e muito, a vida do estagiário na hora de preencher o relatório de estágio TTI, pois todos os dados estarão bem acessíveis.

Resumidamente, no relatório de frequência e atividades é necessário registrar as datas e horários em que você realizou suas tarefas, além de fornecer uma breve descrição das mesmas.

Veja algumas das várias tarefas que podem ser realizadas durante um estágio.

O que um estagiário de corretor de imóveis pode fazer?

Durante esse período de aprendizado, é importante ressaltar que todas as suas ações serão supervisionadas por um profissional experiente e credenciado no mercado imobiliário. Isso significa que você estará sempre sob orientação e direcionamento desse profissional para garantir que esteja seguindo os procedimentos adequados.

You might be interested:  Os desígnios divinos são grandiosos

Estágio de Corretor de Imóveis: Como é a experiência?

O estágio de Corretor de Imóveis tem como objetivo proporcionar aos estudantes uma oportunidade prática de aprendizado e experiência profissional através da vivência em situações reais do mercado imobiliário.

Para aproveitar ao máximo essa oportunidade de vivenciar a profissão na prática, o estagiário deve observar todas as atividades de um Corretor de Imóveis.

O estagiário não pode ser responsável civil e legal por nenhuma espécie de transação imobiliária, nem assinar contratos. Isso pode ser caracterizado como exercício irregular da profissão e acarretar penalidades.

A fim de que o estágio seja uma experiência valiosa e benéfica para a preparação do aluno para o mercado de trabalho, é essencial que ele adquira adequadamente as habilidades profissionais necessárias para se tornar um Corretor de Imóveis. Além disso, é fundamental vivenciar na prática a intermediação nas transações de compra, venda e locação de imóveis.

Depois de aprender sobre como preencher o relatório de estágio TTI, aproveite a oportunidade de explorar informações, dicas e curiosidades sobre o mercado imobiliário aqui no blog do IBRESP.

Caso você considere essa informação relevante para o público em geral, sinta-se à vontade para compartilhar este post com seus amigos.

Aluguéis registram aumento de 37,04% em um ano, aponta FGV

Os aluguéis tiveram um aumento de 14,39% em 2021, sendo impulsionados principalmente pela variação de preços.

Bons resultados no mercado imobiliário de São Paulo em abril

De acordo com um estudo realizado pelo Secovi-SP, houve um desempenho favorável nos lançamentos e vendas de imóveis novos em comparação… Read more.

das atividades no relatório de estágio

Uma dica valiosa para aproveitar ao máximo o seu estágio como corretor de imóveis é manter um pequeno diário das suas atividades. Não precisa ser algo elaborado ou sofisticado, basta separar algumas páginas do seu caderno e anotar brevemente o que você fez em cada dia.

Ao registrar suas tarefas diárias, você terá uma visão clara do progresso que está fazendo e poderá acompanhar o desenvolvimento das suas habilidades ao longo do tempo. Além disso, esse registro será extremamente útil quando chegar a hora de escrever relatórios ou apresentar resultados aos seus superiores.

P.S.: Lembre-se de dedicar alguns minutos todos os dias para atualizar seu diário. Mesmo que pareça insignificante no momento, essa prática irá ajudá-lo a se tornar um profissional mais organizado e eficiente no longo prazo.

Salário de um estágio como corretor de imóveis

P.S.: É importante destacar que esses valores são apenas uma média nacional e podem variar conforme a localização geográfica e outros fatores específicos relacionados à empresa contratante ou ao próprio estudante. Além disso, vale lembrar que o objetivo principal do estágio não deve ser somente o salário recebido, mas sim a oportunidade única de aprendizado e crescimento profissional proporcionada por essa experiência.

You might be interested:  Plano de saúde para bebê recém-nascido

Duração do estágio para corretor de imóveis

P.S.: É fundamental que durante as 128 horas do estágio como corretor de imóveis preenchido, o estudante esteja sempre atento às orientações dos supervisores responsáveis pelo seu acompanhamento. Aproveite essa oportunidade para absorver conhecimentos teóricos e práticos da área, buscando sempre se atualizar sobre as tendências do mercado imobiliário.

Como elaborar um modelo de relatório?

O relatório de estágio como corretor de imóveis tem como objetivo principal apresentar uma análise detalhada das atividades realizadas durante o período de estágio. Para isso, é fundamental organizar as informações de forma lógica e coerente, garantindo a compreensão do leitor.

Uma etapa importante na elaboração do relatório é realizar uma pesquisa abrangente sobre o mercado imobiliário e as práticas da profissão. Isso permitirá embasar os argumentos e fornecer um panorama completo das experiências vivenciadas no estágio.

No desenvolvimento dos tópicos principais, é recomendado utilizar evidências e exemplos concretos para ilustrar as atividades desempenhadas durante o estágio. É importante destacar tanto as conquistas alcançadas quanto os desafios enfrentados, demonstrando habilidades adquiridas e capacidade de superação.

Início da redação de um relatório

O presente relatório de estágio tem como objetivo apresentar as atividades realizadas pelo autor durante o período de estágio como corretor de imóveis. O estágio foi realizado em uma empresa do ramo imobiliário, onde foram desenvolvidas diversas atividades relacionadas à venda e locação de imóveis.

Durante o estágio, foram utilizadas várias referências que influenciaram tanto a prática quanto a produção deste relatório. Dentre essas referências, destacam-se teorias e conceitos relacionados ao mercado imobiliário, técnicas de vendas e negociação, legislação específica para corretores de imóveis, entre outros.

A seguir, segue uma lista das principais referências utilizadas:

1. Manual do Corretor: Guia Prático para Vendas e Locações – Autor: João Silva

2. Marketing Imobiliário: Estratégias para Atrair Clientes – Autora: Maria Santos

3. Negociação Imobiliária: Técnicas Avançadas para Fechar Negócios – Autor: Pedro Almeida

4. Código Civil Brasileiro – Lei nº 10.406/2002

5. Legislação Específica para Corretores de Imóveis – Resolução COFECI nº 327/1992

Essas referências foram fundamentais no embasamento teórico necessário para realizar as atividades práticas como corretor de imóveis durante o estágio.

Além disso, é importante ressaltar que este relatório também se baseia nas experiências pessoais do autor no decorrer do estágio, bem como em feedbacks recebidos dos supervisores e colegas de trabalho.

Com base nessas referências e experiências, este relatório busca apresentar uma análise crítica das atividades realizadas durante o estágio como corretor de imóveis.